Tirolesa é um esporte radical bem democrático, pois não exige esforço físico do praticante e existem poucas contra indicações.



Mas, apesar de ser uma atividade aparentemente simples, como qualquer outra atividade radical, existem riscos. OS principais deles são os equipamentos de segurança utilizados. Capacete, cadeirinha, mosquetão e anel de fita são alguns desses equipamentos utilizados.

É muito importante ficar atento à qualidade e condição de um equipamento antes de iniciar uma descida em tirolesa. O Blog da Nerea fez uma matéria bem legal falando sobre atividades de aventura e como avaliar a segurança de forma mais leiga. Vale à pena clicar e dar uma conferida.

Hoje, vamos falar mais sobre um desses equipamentos: a cadeirinha. Afinal, para saber avaliar a aparência de um equipamento de segurança, é importante entender o que é e como funciona.

Leia também:
A importância da segurança na tirolesa

Cadeirinha Simples de Fita

Proporciona dinamismo e rapidez na hora de vestir a cadeirinha. Por ser feita apenas de fita plana, possui mais maleabilidade ao comparar com o modelo acolchoado.

Para garantir mais segurança, a cadeirinha é confeccionada em costuras zig zag. Isso faz com que o equipamento fique mais rígido e menos propenso a arrebentar.

 

Cadeirinha Acolchoada

Desenvolvida para aqueles que gostam de mais conforto quando estão nas alturas.Essa cadeirinha possui alças acolchoadas que vão fazer com que o toque do item no corpo seja mais suave. Apesar de acolchoada, a maioria dos modelos permite que a pele respire, evitando o superaquecimento daquela região.

 

Cadeirinha com Peitoral ou Cinto de 5 pontos

Essas cadeirinhas são focadas mais para o trabalho em altura, onde há a chance de você virar de cabeça para baixo. Porém, também pode ser utilizada para tirolesas, principalmente para crianças menores.

Nesse modelo, além do fechamento na cintura, há o fechamento pelos ombros. A vestimenta do cinto peitoral é similar ao de um macacão em que coloca-se as pernas e passa as fitas pelas costas trazendo por cima do ombro para o peito.

 

Tipos de justes existentes para as cadeirinhas

Além dos diversos modelos, as cadeirinhas possuem variações nos tipos de fivelas. São dividas em dois modelos principais: Ajuste comum e ajuste rápido.

O ajuste comum é bem eficiente, porém é necessário que o usuário uma volta volta após ajustar a cadeirinha no corpo, caso contrário, a cadeirinha pode não ser tão eficiente.

Já nos modelos de cadeirinhas que possuem ajuste rápido, o usuário terá que apenas ajustar o equipamento ao seu corpo, sem mais preocupação.

Quando utilizados da forma correta os dois modelos possuem a mesma segurança. A vantagem do segundo é a praticidade na hora de vestir e a diminuição do risco de erro humano (de não lembrar de fazer a volta da fita).



CERTIFICAÇÃO DE CADEIRINHA PARA TIROLESA

Por serem destinadas a um esporte que envolve altura, muitas cadeirinhas possuem certificações, como o UIAA. Essa certificação garante que o equipamento foi desenvolvido de acordo com rígidas normas europeias.

Sempre quando for comprar alguma cadeirinha, foque nos certificados que o item possui.

Vale ressaltar que pelo fato da tirolesa ser uma atração bem versátil, os itens podem variar. Então antes de descer em uma tirolesa, certifique-se que a empresa responsável é especialista para ter certeza que seus itens estão aptos para funcionar naquela atração.